terça-feira, 16 de dezembro de 2008

E o pra sempre é nada?

Entre fitas velhas de cetim,livros empoeirados e fotografias amareladas,encontrou uma enorme caixa vermelha.Um vermelho já desbotado,mostrando que ali também o tempo(e as traças)haviam deixado suas marcas.

Abriu cuidadosamente sua tampa,e deparou-se com uma parte de seu passado que há muito já havia deixado pra trás.Retirou um punhado de papéis e prontamente começou a ler.Eram cartas,bilhetes,pedacinhos desgastados de paixão.Cartas de amor.De saudade.De tesão.De ciúme.Pequeninos pedaços de sua história.Sentiu o coração murmurar algo...e percebeu que a nostalgia já se instalara por ali.

Entre tantas recordações,um papel amassado,o menor entre eles,chamou sua atenção:"Eu e você sempre,pequena".E a frase tão simplória ecoou por todas as paredes,cantos,buracos.Chegou a sua alma,trovejando,esbravejando,querendo satisfação.

E a menina,ali tão solitária,com os olhos já marejados,peito ardendo,toda trêmula,apenas balbuciou:
"Nada é pra sempre,pequeno".

8 comentários:

karla disse...

frio e cruel ..mas muito bom !!

Bruna disse...

ameeeeei,ficou lindo,tipo liiiindo...vc inscreve mto bem mesmo...hahaha

lorena-isa disse...

sempre...essa palavra tão efêmera...mas q tem tanta importância...efêmeros podiam ser os sentimentos q nutrimos por quem não merece...mas enfim..EU E VC SEMPRE( aqui não é efêmero..heh), PEQUENA.

Agostinho Lopes disse...

Como já disse um poeta, não sabemos que "o prá sempre, sempre acaba".

Por isso, melhor se valer de outro poeta que dizia "que seja eterno, enquanto dure".

Darla disse...

PER-FEI-TO!

Darla disse...

Ei Fran...obrigada...
Vc me inspira...
Adoro o q escreve...me vejo em suas palavras.

Anso disse...

me deixou triste!
axo q só ela tem o poder de dafinir a eternidade , vai depender da memória dela...
ela tem o poder de fazer ou não o eterno!
preferia q ela tivesse dito... sempre e sempre... mas como a vida não pode enem seria justo caminhar a nossa maneira aceito essa resposta... ô menina!!!

haa fran adoro seus texto e vc sabe pq escrevo assim né!

Darla disse...

Resposta ao comentário:

Pelo menos você tem a certeza do encontro com o par de olhos com dia e hora marcados...E a ressaca vem da embriaguez deliciosa...
Já eu? Sempre na espera...
Sei que não sou justa comigo, mas o que fazer?
Por enquanto, aguardando as quartas-feiras que podem ser qualquer dia.

[Um pequeno desabafo daquelas noites solitárias]

bjos