sexta-feira, 21 de agosto de 2009

E o tal final feliz.

E então surgiu assim..sem esperar, ou desesperar, ou com algum receio. Invadiu, tomou seu coração sem pedir licença...Aconchegou-se em cada cantinho dela, fez perder o juízo, cantarolar canções docinhas, sorrir no meio de uma tarde um tanto monótona e morninha.

Fez descabido todo o seu mundinho...Fez colorido tudo a sua volta, fez tudo ficar magicamente belo, suave, docinho. Transformou uma intrépida desacreditada na mais apaixonada das criaturas.

A fez perder o sono, contar os dias, brilhar os olhos, ter cãimbras por sorrir tão fácil...Tudo tão perfeitinho...tão incontrolávelmente colorido...tão...Deles!
E a menina, que julgava ser sozinha, agora tem motivos pra ficar boba e infantil.
Tem sim, motivos pra ser a coisinha mais doce que outrora acreditava adormecida...ou inexistente.

Agora tem sim, mais do que nunca,todas as razões pra acreditar em principezinhos e finais felizes.



-Com você eu consigo enxergar bem mais longe
Fica tão colorido mesmo muito distante
Parece que o tempo todo passou nesse instante
O mundo inteiro girando como uma roda-gigante-

[Roda gigante-Cachorro grande]

4 comentários:

Agostinho Lopes disse...

"O terceiro me chegou como quem chega do nada
Ele não me trouxe nada também nada perguntou
Mal sei como ele se chama mas entendo o que ele quer
Se deitou na minha cama e me chama de mulher
Foi chegando sorrateiro e antes que eu dissesse não
Se instalou feito posseiro, dentro do meu coração"

Trecho de "Terezinha", de Chico Buarque, que cabe como uma luva nessa tua história.

Bom te ler novamente.

Beijo!

vini9livess disse...

Você fez o meu mundo ficar mais belo também, sem mágicas ou truques, apenas com o seu amor, seu sorriso... você toda!

Acredite no final feliz, eu acredito, mas só o vejo com você! Amo você.

lorena-isa disse...

Huuuum, esse nino...

corestorm disse...

muito bom... write a lot ;)
beijo