sábado, 11 de julho de 2009

Abstrato.

E de tão finda.. .infinita... linda novamente se fez.
Se algum dia houve dúvidas.. incertezas.. devaneios e saudade.. o que sobra hoje mal cabe em um abraço.. daqueles mais apertados. Sufocantes.
Olhares que de tão cúmplices inundam pensamentos.. preenchem cada cantinho que ainda tem algum vazio (é.. nossos cantinhos tem muitos espaços). Sintonia pura e enobrecedora. Daquelas que nos fazem perceber que nem tudo ainda foi perdido.. deixado.. abandonado.
Sentimentos que de enclausurados explodem num instante vago. E que ninguém entenderia. Ninguém. Só ela. Porque passou por isso. Sentiu isso. E ainda sente. Tanto quanto sabe .E tanto quanto sinto.
Dúvidas e indiferenças colocadas frente a frente. Como nós. Como nos sentimos.
E ainda perguntam.. o que é o amor?
ABSTRATO.




[Amo você, de alma colorida e coração dolorido.
Obrigada por me fazer bem. E compartilhar comigo o que anda me deixando insone. E o que também te deixa insone].

---->Para a melhor amiga que sente o que sinto. E me entende. E sofre junto. E ama junto. E sempre tudo junto.

4 comentários:

lorena-isa disse...

Me emocionou amiga, como sempre vc traduz em palavras exatamente o que é pra ser dito. O amor é abstrato sim, porém, vc consegue concretizá-lo em meu coração.

ingrid♫ disse...

caramba!
'nem tudo ainda foi perdido.. deixado.. abandonado.'
realmente, nem tudo foi perdido, seja qual for a circunstancia, o problema, a dúvida.

parabééééééns, liiindas palavras!

ju disse...

que lindo isso! que lindo lugar!

é sensacional essa coisa da sincronicidade/cumplicidade.

lindo seu texto e seu modo de ver o mundo-amor...

essa coisa da "paixão por tudo que seja temporariamente impossível" me ganhou!

adorei... voltarei!!!

apareça para mais um café e mais um cigarro!

;-*

Darla disse...

Franzinha...
quem é vc que consegue fazer isso? Faz eu me transportar pra lugar de refúgio, faz tudo parecer menos complicado, faz eu me sentir feliz.
Me emocionei lendo-a...pq me sinto tão interligada ao que escreve...tanto...
nessas horas, me sinto feliz por respirar.
bjos