segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

.Bia.

Não sabia o exato instante em que passara a admirar tanto aquela mulher. Mas tinha a pura certeza de que não fora por acaso. Era forte, sorriso fácil, abraço quentinho. Tinha a palavra certa até nos momentos mais incertos. Era protetora, zelosa, coração que transbordava amor.

Fez-se mãe em todos os cantinhos daquela menina. Fez-se abrigo nos mais temerosos pesadelos. Fez-se tão importante, que a tal menina nem conseguia mensurar tal qual era a grandeza do sentimento que nutria por ela.

Foi amiga, conselheira, pai, mãe, irmã.. Era a tia! Tia? Não... Parte da história, jornada, caminhada. A pequenina era sua bonequinha, sua princesa, sua.. tão sua!E não importava-se com tantas decepções, desesperos, atribulações.. Era majestade até quando o mundo desabou em seus pés. Era rainha mesmo quando fora abandonada em seu castelo (no triste momento em que o principe virou sapo). Mas ainda tinha a ela, a menina.. e agora também seu principezinho, seu bonequinho, sua paz encontrada em cada canto com brinquedos espalhados. Sua doçura em cada sorriso largo do franzino menino que agora era seu.

Fez de cada desafio um degrau para o caráter. Fez de cada lágrima escondida na madrugada um sorriso na face mais próxima. E fez de cada superação, uma história pra ganhar o jogo, e também pra contar para o menininho, seu filhinho, seu Diogo!



*Porque só quem tem seu sorriso,sabe a luz e força que ele representa!Para meu bem,minha tia,minha Bia*

4 comentários:

.Dazinha. disse...

Linda homenagem, como todo bem querer, seja de onde vier merece receber!
Um dos meus preferidos, gostei muito do jeito que usou as palavras.

Beijos queridona.
Otima semana!

Darla disse...

A menina que se fez flor agradece sua presença e sua vida! E Ela diz isso de coração pois quando você fala é como se parte dela também falasse.
bjos

Frida Cores disse...

bem vinda ao meu blog... vou ficar por aqui tb. bjossss

Anso disse...

Gostei da Bia!