domingo, 20 de fevereiro de 2011

Completa.

E assim chegou...de mansinho, mas com a intensidade de um furacão.
Pequenino, quase imperceptivel..mas ja muito amado.
Suavizou um sorriso duro, cansado...Amoleceu um coração calado, deixando os braços frouxos, perfeitos e certeiros para um afago.
O pequeno sugador de energias nem sequer era visível, mas ja era sentido, esperado.
E , na hora certa, vira cintilar teu brilho e ofuscar minh'alma com teu olhar inocente.
Virá frágil, docinho e carente para os braços da mamãe. Uma mamãe meio torta, indecisa e cheia de peculiaridades.Uma mamãe feliz..e completa!!

3 comentários:

phamela_isa disse...

Mais escreve BEM demais!

Fernanda disse...

Ah, fico feliz por você, Fran! mais uma alminha linda neste mundão? bom demais...lembrei Espatódea do Nando Reis.
Beijão e tudo de bão!!

Agostinho Lopes disse...

Que bela descrição de "maternidade"!

O amor inspira!

Parabéns!